Buscar

O QUE VOCE PRECISA SABER SOBRE O TURISMO DE VACINA




O Turismo de vacina é uma realidade para os países da América Latina que estão buscando a vacinação nos EUA seja por demora na vacinação dos seus próprios países, seja por motivos de saúde, profissionais, entre outros. Este post é para esclarecer algumas das principais dúvidas e o que você deve considerar antes de decidir por esta opção de viagem.


É uma realidade que há vacinas disponíveis até em farmácias nos EUA e que qualquer um pode se vacinar.

New York tem anunciado vacinação grátis na Times Square para turistas, e Miami também fez ações similares nas praias.


Estar vacinado dá uma grande tranquilidade e as vacinas atualmente disponíveis nos EUA estão aprovadas pela comunidade europeia então abre-se as portas de um novo continente, algo tão desejado por todos os viajantes e tão necessário para alguns!


Mas nem tudo são flores e deve-se levar em conta muitos fatores. Alguns pontos de atenção importantes:


· Você deve ter um visto americano valido: os Consulados Americanos estão trabalhando apenas para renovação e concessão de vistos para estudantes com início das aulas em 01 de agosto de 2021, renovações e novos vistos de turismo não estão sendo emitidos.

· Tenha tempo e recursos disponíveis e esteja preparado para imprevistos: é uma viagem que tem muitas variáveis e pode se prolongar além do planejado, e podem surgir custos com alterações de passagens, alimentação e testes extras ...

· Seguro Viagem: mais do que nunca um bom seguro viagem com a cobertura de covid é essencial para esta viagem.

· Estar bem informado: o fato de as fronteiras dos EUA estarem abertas para estes países no ato do início da sua viagem não garante que permanecerão assim ... se algo ocorrer, você tem que estar preparado e bem assessorado para mudar seus planos no meio da viagem.

· Tempo total de duração da viagem: dependendo da vacina que você tomar, o tempo de permanência nos EUA varia bruscamente.

Atualmente, MÉXICO, REPUBLICA DOMINICANA e COLOMBIA estão com fronteiras abertas tanto com o Brasil como com os EUA.


Para o MÉXICO e para a REPUBLICA DOMINICANA, no momento não ha exigência de teste PCR, apenas uma declaração de saúde.

Para a COLOMBIA, há a exigência de teste PCR emitido a pelo menos 96 horas antes do voo e a declaração de saúde também.

Estas condições estão sujeitas a alteração sem aviso prévio. Sempre consulte seu agente de viagens e/ou a companhia aérea para atualizações quando estiver próximo da viagem.


No México é possível fazer quarentena em qualquer parte, mas recomendamos a Península do Yucatam (Cancun, Riviera Maya, etc.) para a sua quarentena. Assim dá para aproveitar um pouco a estadia fazendo turismo também. Recomendamos escolher um bom hotel, de acordo com o seu perfil e evitar outros tipos de hospedagem para você ter um verdadeiro suporte em caso de necessidade. Cancun está aberto para o turismo e as atrações estão abertas.

Para seguir para os EUA será necessário fazer teste PCR antes da viagem e a maioria dos bons hotéis já tem acordos com laboratórios para agendamento e realização do exame. Outros, até, tem promoções caso o seu resultado de positivo e você precise prolongar a sua estadia no México até negativar o exame. Esta quarentena, em caso de teste positivo 'e bem mais restritiva, o passageiro ficara realmente isolado, sem poder sair do quarto.


Na República Dominicana os locais mais recomendados são Punta Cana, Cap Cana e região. A situação é bem parecida com a do México.


A Colombia recém autorizou a volta dos voos com origem no Brasil. As melhores pedidas são Cartagena e San Andres porem vale lembrar que não há voos diretos do Brasil para estes 2 destinos, então uma conexão em Bogotá será necessária, aumentando os tramites e o risco de contagio nos aeroportos.


Os voos são considerados seguros, já que o ar é trocado constantemente e os aeroportos estão adotando protocolos rígidos de higienização, mas é uma boa ideia reforçar as suas medidas de proteção com mascaras duplas, álcool gel, evitar comer no aeroporto entre outras medidas que você considere aplicáveis.

Uma vez nos EUA, chega a hora da tão desejada vacina!


Os EUA têm disponíveis no momento 3 tipos de vacinas: MODERNA, PFISER e JANSEN.

A Moderna exige aplicação de segunda dose em até 6 semanas após a aplicação da primeira) a Pfiser exige aplicação de segunda dose 21 dias após a primeira e a Janssen é a única sob a forma de dose única. Não temos como garantir se, onde e qual vacina você conseguirá tomar então o tempo de permanência nos EUA pode variar muito.


Nós temos muita experiência e contatos que podem ser muito uteis numa viagem deste tipo. Temos parceria com os hotéis, empresas de transporte, companhias aéreas e podemos auxiliar inclusive na marcação dos exames nos países intermediários. Já negociamos com sucesso prorrogação da estadia cortesia!

Entre em contato caso tenha interesse nesta viagem e precise de ajuda neste planejamento. Temos certeza que podemos viabilizar e transformar este planejamento em realidade!

Posts recentes

Ver tudo