Buscar

A Minha primeira BOMBÁSTICA viagem profissional!





"A vida é uma viagem a três estações: ação, experiência e recordação." 
Júlio Camargo


Vou começar QUASE do começo, rsrsrsrs!


Falo quase do começo pois vou pular as viagens de lazer feitas com a família e as primeiras viagens feitas com amigos e vou começar pela minha primeira viagem profissional. Eu tinha 21 anos, estava trabalhando numa agência de viagens que hoje não existe mais chamada Ships, Cruises and Tours do saudoso Mestre Gilberto Alcaide Valls.



Minha formação não é turismo mas eu havia acabado a faculdade e uma amiga, a querida Claudia Bernardo estava trabalhando nesta agencia e me chamou para um trabalho como freelance para ajudar com versões em português de uns programas de viagem e também posteriormente para organizar uma incrível biblioteca que o Sr. Gilberto tinha com folhetos, mapas, livros e vários outros itens dos inúmeros locais para onde ele já havia viajado.

No decorrer do trabalho vi que os programas com os quais eu estava trabalhando eram programas de check-up na renomada Clinica Mayo, unidade de Jacksonville, Florida. A agência estava organizando um grupo de brasileiros para uma viagem medica, com foco em check-up. o Sr. Gilberto fechou um grupo muito exclusivo e durante a organização da viagem ele me convidou para acompanha-lo e auxiliar durante a viagem! Seria um grande desafio mas não hesitei um minuto sequer e aceitei muito animada!

A data da viagem já estava próxima, logo foi uma corrida contra o tempo para renovar passaporte e tirar o visto americano (se vocês quiserem, qualquer dia eu conto a minha experiência com o visto, que foi diferente de tudo que eu pudesse esperar e até hoje eu nunca vi acontecer novamente com ninguém).

Antes do embarque o meu chefe, preocupado com a sua saúde, tomou um remédio novo para Gota pois estava com medo de ter uma crise durante a viagem.

Embarcamos um dia antes para fazermos a inspeção e organização de tudo antes que o grupo chegasse. No dia seguinte recebemos os clientes e após acomoda-los no hotel, o Sr. Gilberto me contou que estava passando mal, com dores de estomago e que iria para uma consulta no hospital. La ele descobriu que estava com pequenas multiplas ulceras estomacais, provavelmente devido a medicação que havia tomado no Brasil e que precisaria ficar internado! Ele decidiu que, com relação ao grupo, ele me instruiria diariamente sobre tudo que eu deveria fazer e providenciar, passo a passo e, assim foi feito. Todos os dias, após o término da programação oficial (geralmente um jantar com os clientes), eu ia para o hospital repassar com ele a programação e o cronograma do dia seguinte. Foram vários dias verdadeiramente desafiadores mas no final eu consegui cumprir tudo que foi solicitado e a alta dele do hospital se deu no dia seguinte do retorno do grupo ao Brasil. Ainda tenho uma foto da alta hospitalar, de lá saímos direto para o aeroporto e ele embarcou para o Brasil.

Gosto de pensar que esta viagem trouxe a tona mais coragem, habilidade de organização e empatia do que qualquer outra situação que eu já tinha enfrentado. E percebo também que foi nesta viagem que eu me descobri capaz e apaixonada por guias grupos, conduzir pessoas.

Ah! O Sr. Gilberto embarcou em segurança e chegou bem no Brasil.

Quanto a mim, devido ao excelente relacionamento dele com a indústria de cruzeiros, embarquei junto com a Patricia, sua filha, num cruzeiro de 7 noites da Norwegian Cruise Line pelo Caribe! Um outro dia conto como foi a minha primeira viagem de navio pelo Caribe!

É com saudades que relembro destes momentos e destas pessoas que fizeram tanta diferença no rumo que a minha vida ia tomar a partir dali.

Espero que vocês tenham gostado e, deixem perguntas e comentários que terei prazer em responder!


Nos fotos: Clinica Mayo; Sr. Gilberto tendo alta; Lincoln Continental que eu dirigi nesta viagem!

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo